domingo, 17 de abril de 2011

Um Mundo Negro E Sem Vida...

As imagens daquela noite não me saíam da cabeça... A insaciável vontade que tinha de vingar a tua morte era quase insuportável... Quem te tirou deste mundo, sem saber, tirou-me a mim também. De mim tiraram a força e a coragem para todos os caminhos que me faltavam percorrer. Só contigo é que eu o podia fazer. Neste mundo deixaram um corpo, sem a sua alma e sem o seu espírito, um rosto sem emoções, que seria incapaz de deitar uma única lágrima ou de esboçar um sorriso. Literalmente, mataram-me também... Quem perde alguém como eu te perdi a ti, sabe que não existe dor pior que essa. Eu queria ir ter contigo mas o meu corpo não me obedecia. Não parava de ouvir a tua voz a ecoar na minha cabeça. Os meus olhos permaneceriam vazios e negros eternamente, o meu coração seria incapaz de bater tão rápido como batia. Sem ti, o mundo tornou-se negro e sem vida. Era como se o Sol e a Lua já não brilhassem, como se o mar já não ondulasse e como se do céu já não caísse uma única gota...

8 comentários: